Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cinematologia

Repositorium de todos os filmes que vi

Cinematologia

2014-Inherent Vice by Paul Thomas Anderson

Imagem relacionada

 

O que é que eu achei? Uma grande moca de filme. Literalmente falando.

 

Ciclo de Cinema|Óscares 2015

Nominee Best Costume Design/ Best Writing (Adapted Screenplay)

Sinopse:

Los Angeles (EUA), finais dos anos 1960. Há já algum tempo que o detective Doc Sportello não vê a ex-mulher. Certo dia, ela aparece para solicitar os seus serviços de forma a encontrar o paradeiro do seu novo namorado, um milionário supostamente raptado pela mulher dele e o amante dela. Sportello vê-se assim envolvido numa complicada teia de intrigas, onde terá de fechar os olhos aos seus escrúpulos e a muitas e complexas questões legais.

Com realização de Paul Thomas Anderson ("Magnólia", "Haverá Sangue", "O Mentor"), e com personagens tão diversas como proxenetas, toxicodependentes, agiotas, agentes da polícia ou um saxofonista numa missão secreta, um "thriller" psicadélico que adapta o romance homónimo do escritor norte-americano Thomas Pynchon.

cinecartaz.publico.pt

 

Crítica:

Temos lido queixumes na crítica americana acerca disto: “não se percebe nada”. Ora é exactamente isso que tem graça, a possibilidade que o filme dá ao espectador de se perder num mar de “mcguffins”. E com boas razões, visto que no fundo são drogados a contar histórias de drogados. Nunca sabemos, e muito especialmente em certas cenas, se algo está mesmo a acontecer ou se não passa do delírio de mentes alteradas e paranóicas.

Mais do que um retrato “de época”, portanto, a Califórnia do filme vale por um microcosmos, borbulhante e alucinado, dessa entidade que Paul Thomas Anderson anda há anos a tentar esquematizar e metaforizar: a América.

Luís Miguel Oliveira-www.publico.pt