Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cinematologia

Repositorium de todos os filmes que vi

Cinematologia

2012-The Bourne Legacy by Tony Gilroy

Resultado de imagem para The Bourne Legacy movie poster

 

Sinopse

Com Bourne afastado, a história gira em volta do agente Aaron Cross (Jeremy Renner) que, tal como o primeiro, passou pelo recrutamento Treadstone e é hoje um assassino de elite, treinado para matar. Agora, ligado a eventos anteriormente vividos por Bourne, Cross descobre que aquele programa é apenas a ponta do icebergue de uma conspiração sem precedentes em que estão envolvidas personalidades governamentais e onde o que está em causa é a própria segurança dos EUA.
Com realização de Tony Gilroy ("Michael Clayton - Uma Questão de Consciência ", "Dupla Sedução"), é o quarto filme inspirado na personagem de culto de Robert Ludlum, o célebre escritor de "thrillers" de espionagem que teve um enorme sucesso no final dos anos 80. Nesta nova aventura, Matt Damon dá lugar a Jeremy Renner que se junta a Rachel Weisz, Edward Norton, Oscar Isaac, Albert Finney, Joan Allen, David Strathairn e Scott Glenn.

cinecartaz.publico.pt 

 

Crítica:

Há que continuar um franchising vivo. Foi tal e qual que os produtores da saga Bourne idealizaram após a conclusão da trilogia que supostamente redefiniu o género da acção para as novas audiências. Depois do êxito The Bourne Ultimatum, a estrela Matt Damon deixou claro que para continuar a protagonizar a saga teria que ter a seu dispor um argumento que valha a pena, da mesma opinião partilhou o realizador Paul Greengrass que dirigiu com sucesso os dois últimos capítulos da saga. Devido a um aparente desfecho, o quarto filme não conseguiu apresentar uma inteligente reviravolta no franchising, devido a isso, Damon e Greengrass saíram do projecto. Com um futuro incerto, o quarto filme de Jason Bourne manteve-se durante algum tempo no limbo cinematográfica, á espera atentamente por um motivo de nova vida.

Neste novo tomo, continuamos a mercê todas as marcas que definiram a trilogia anterior, perseguições altamente elaboradas, combates corpo-a-corpo de perder o folego, tiroteios de perder a conta e toda uma trama inteligente, burocrática e cínica, porém mesmo sob o signo “Bourne” e até os bons momentos que a fita consegue oferecer, The Bourne Legacy é um “menino” em comparação com os três anteriores, vive do seu êxito e perde espaço para ser criativo ou para se destacar dos demais. Tratando de quase uma manobra desesperada de ressuscitar uma saga que conheceu o seu fim, a fita de Tony Gilroy contudo apresenta-nos um elenco de luxo que vai desde Rachel Weisz até Edward Norton, mas não tem narrativa suficiente para conseguir explorar os seus personagens como também desempenhos, aliás, Weisz encontra-se tão “tontinha” nisto tudo. Um prolongado déjà vu que funciona como mais do mesmo, todavia em pequenas doses.

cinematograficamentefalando.blogs.sapo.pt

 

Cinemantário: Uma grande desilusão. Não gostei.