Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cinematologia

Repositorium de todos os filmes que vi

Cinematologia

2007-The Golden Compass by Chris Weitz

Resultado de imagem para the golden compass movie poster

Ciclo de Cinema|Óscares 2008

Nominee Best Art Direction

Winner Best Visual Effects

 

Sinopse

Lyra é uma menina órfã, de 12 anos, que parte numa viagem extraordinária para encontrar e salvar o seu melhor amigo Roger. Lyra prometeu encontrá-lo nem que para isso tenha de ir até ao fim do mundo. Mas não é só Roger que está em perigo. Várias crianças desapareceram e corre o boato que estão a ser levadas para uma agência experimental algures no Norte onde serão vítimas de abomináveis experiências. 
Baseado no galardoado livro de Philip Pullman, "A Bússola Dourada" é uma aventura que decorre num fantástico mundo paralelo.

cinecartaz.publico.pt 

 

Crítica:

Os muitos defeitos do filme de Chris Weitz são quase os mesmo que as adaptações cinematográficas de As Crónicas de NárniaEragon e o Harry Potter e a Ordem da Fenix; os CGI sobrepõem á narrativa, não existem qualquer rigor temporal e emocional, a acção parece estar acelerada desde o primeiro minuto e falta-lhe sobretudo a este The Golden Compass, uma estrutura óssea que sustêm a imaginação fértil de Reinos Do Norte, como também a sua profundidade filosófica e adulta, aqui minimizada para poder agrupar a uma faixa etária rentável para a época natalícia, ou seja um livro adulto convertido num filme para crianças e adolescentes.

Resumidamente, The Golden Compass – A Bussola Dourada é um fast-food recomendado para aqueles que não possuem qualquer paciência para ler um livro ou simplesmente para aqueles que se satisfazem com efeitos especiais e pouco mais. Um pobre filme de fantasia onde apenas o elenco é a única razão que justifique o bilhete de cinema.

Hugo Gomes-cinematograficamentefalando.blogs.sapo.pt

 

Cinemantário: Todo o imaginário do filme é muito bonito, mas falta-lhe um fio condutor.

 

There are many universes and many earths paralell to each other. Worlds like yours where people's souls live inside their bodies and worlds like mine where they walk beside us as animal spirits we call daemons.

 

People without daemons. That's impossible.