Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cinematologia

Repositorium de todos os filmes que vi

Cinematologia

2007-I'm not There by Todd Haynes

Resultado de imagem para I'm not There movie poster

Ciclo de Cinema|Óscares 2008

Nominee Best Actress in a Supporting Role - Cate Blanchett

 

Sinopse

Seis actores, ou melhor cinco actores e uma actriz, seis facetas de um ícone americano: Bob Dylan. Cate Blanchett, Richard Gere, Heath Ledger, Christian Bale, Ben Whishaw e Marcus Carl Franklin fazem uma viagem pouco convencional à vida de Dylan, desde o despertar para a música ao auge da carreira e aos momentos difíceis. Facetas públicas, privadas, fantasiosas de um mito em mutação, um poeta, compositor, fora-da-lei, tumultuoso, esquivo. Realizado por Todd Haynes, I'm Not There, recebeu o Prémio Especial do Júri no Festival de Veneza. Blanchett recebeu o Globo de Ouro para Melhor Actriz Secundária e o Prémio de Melhor Actriz em Veneza.

cinecartaz.publico.pt 

 

Crítica:

Profeta, poeta, estrela, ídolo, bandido e falso, são os vários adjectivos que podem caracterizar Bob Dylan, uma personalidade complexa e profunda marcada pelo desempenho de 6 actores diferentes que fogem à regra em termos cronológicos e verosímeis, criando assim um filme fora do comum onde a realidade combina com o fruto filosófico da imaginação e parábolas. Contudo é preciso ser fã de Dylan ou de cinema mais alternativo para poder seguir um filme que faz jus à representação. Todd Hayne está de parabéns.

O melhor – ser um biopic fora do vulgar com Cate Blanchett em grande forma

O pior – o facto de ser um biopic pouco especifico e mais cerebral que limita a sua visualização a um pequeno grupo de espectadores.

Hugo Gomes-cinematograficamentefalando.blogs.sapo.pt

 

Cinemantário: É um filme para fãs do Bob Dylan, o que não é o meu caso. Interpretação de Cate Blanchett brilhante.

 

I got a lot of thoughts inside me and most people they keep them all inside.

 

-I would like to know what is at the center of your world.

-The center of my world?

 

It's wrong to say "I think". One should say "I am thought". I is someone else.

 

Silence, experience shows, is what terrifies people most.

 

I accept chaos. I'm not sure whether it accepts me.

 

Takes a thief to catch a thief.

 

The only truly natural things are dreams which nature cannot touch with decay.

 

People are always talking about freedom. Freedom to live a certain way without being kicked around. Course, the more you live a certain way the less it feels like freedom.

 

I can change during the course of a day. I wake and I'm one person, and when I go to sleep, I know for certain I'm somebody else. I don't know who I am most of the time. It's like you got yesterday, today and tomorrow all in the same room.