Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cinematologia

Repositorium de todos os filmes que vi

Cinematologia

1916-One A.M. by Charles Chaplin

AP-FRAME-1102-charlie-chaplin-one-am-silent-comedy

Sinopse:

Um homem chega a casa de madrugada, depois de ter bebido muito. Quer ir para a cama descansar, mas há vários "obstáculos" no caminho que o impedem de realizar o seu intento. Depois de uma noitada na cidade, Charlie chega à casa onde está hospedado, bêbado e incapaz de encontrar a chave. Durante os próximos vinte minutos, ele cambaleia através da casa num confronto inebriado com a própria casa. Um espetáculo de mímica de um homem só.

memorialdafama.com

 

Crítica:

Se tivesse que recomendar apenas um curta metragem de Charles Chaplin para alguém, muito provavelmente recomendaria Uma da Madrugada. Pode não envolver o personagem Carlitos criado por Chaplin e pode não misturar melancolia com comédia, mas, mesmo assim, esse é um dos maiores exemplos da genialidade desse mito da Sétima Arte. Trata­se do primeiro filme de Chaplin que, a não ser por um breve momento no começo, só conta com ele mesmo fazendo um papel de um rico bêbado chegando em casa de táxi de madrugada. É, literalmente, um desbunde, com Chaplin dando show e mostrando porque foi um dos maiores comediantes do cinema. Da tentativa de abrir a porta do táxi, passando por sua chegada em casa pela janela (já que ele não acha a chave) que o faz pisar no aquário e, em seguida, achar a chave, voltar por onde entrou e entrar pela porta novamente, somente para lidar com um tapete deslizante, tudo funciona perfeitamente bem, com um timing cômico único.

www.planocritico.com

 

Cinemantário:

Quis mostrar ao meu filho quem era Charlie Chaplin e vimos o One A.M. juntos. Quis mostrar-lhe que os clássicos fazem-nos rir mais e melhor do que os vídeos defails do You Tube. Que o facto dos clássicos serem antigos e a preto e branco, não diminui em nada a sua capacidade de nos fazer sonhar e sorrir. Durante 21 minutos ele concordou comigo.